O Cantinho da Bó Fá é um espaço dedicado aos meus tesouros. São a minha vida. Vivo "deles" e para eles. Aqui pretendo transmitir as alegrias de ser avó. Y otras cositas más...

.historias recentes

. 6 meses de uma saudade im...

. Parabéns meu Pai!!!!

. Carta para o meu Pai

. Não está fácil... não mes...

. Até quando esta dor?

. Não são boas as noticias

. ...

. Para variar...

. Do fim de semana...

. Da escola...

.O que para aqui vai...

. Janeiro 2014

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Em destaque no SAPO Blogs
pub
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

Santa Ignorancia

 

Em dias alternados vou com o meu irmão ao centro de saúde fazer o penso. Normalmente é feito sempre pelas mesmas enfermeiras, mas ontem a assistir, estava uma jovem, talvez estagiária.

A enfermeira começou por cortar os adesivos, tirou as ligaduras, etc. Ora o meu irmão tem uns parafusos enormes no pé. Entretanto a jovem mostra-se interessada e faz perguntas sobre como foi o acidente. "Mas esteve internado, não esteve? Foi lá que lhe puseram esses parafusos?"

 

Eu nem acreditava no que estava a ouvir e a minha boca ainda esteve aberta para lhe responder: "Não menina, isso fomos nós em casa que aplicámos porque achámos que ficava muito interessante para meninas burras como você fazerem perguntas parvas como essa."

Ou então: "Não, aquilo foi no acidente. Vieram directamente da mota e espetaram-se ali assim, naquela forma e tudo, Já viu que coisa mais estranha?"

 

Mas apenas lhe disse que "claro que esteve internado e teve que ser operado para lhe colocarem aqueles ferros".

 

Oh meu Deus, dai-me paciencia....

 

 

 

sinto-me:


Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

Ideias erradas

 

Ontem ao final da tarde, quando ia levar o Rafa, em plena ponte Vasco da Gama, sentido Lisboa-Montijo.

 

Eu e ele em amena cavaqueira, (quando vou com ele nem o rádio ligo, porque ele não se cala), iamos na faixa da direita, enquanto ele via e comentava as gaivotas que voavam por cima, o rio que fazia ondas, as nuvens que "estavam mascaradas", etc.

 

Sou uma condutora mediana, que gosto de conduzir e ao mesmo tempo admirar a paisagem e, como tal, não sou adepta de grandes velocidades. Assim digo que ia algures entre 110/120 kms.

De repente ao meu lado passa um ford fiesta branco, já velhote, "a abrir". Aqui nem é o facto de ser ultrapassada por um carro bem mais velho que o meu, (não tenho por hábito fazer despiques) é sim quem conduzia e quem eram os ocupantes. No carro iam 4 freiras!!!!

 

Eu sei que são pessoas como nós, mas sempre tive a ideia pré-concebida de que as freiras eram todas pessoas diferentes, caaaalmas. Mas verifico que afinal também gostam de andar de "prego a fundo ".

 

Boa!!!!!!!!!!!!!!

 

sinto-me:


Sábado, 9 de Maio de 2009

Sou??

 

 

Hoje de manhã ao telefone com o Rafa:

 

- Olá meu amor

- Bó Fá!!

- Queres vir para minha casa? Vou aí buscar-te. Queres?

- Sim. Vens cá buscai-me? Amanhã?

- Não, hoje.

-Oh Bó Fá, tu és uma pincesa

 

Quem tem tesouros destes não precisa mais nada.

sinto-me:


Sexta-feira, 8 de Maio de 2009

Para quê complicar?

 

 

  (Imagem copiada da net)

 

 

 

Fiquei a saber (com desenho e tudo) que os raios e os trovões acontecem porque lá, em cima das nuvens, anda um senhor que às vezes se zanga. E quando se zanga bate com o martelo, que é muito grande, nas nuvens e por isso é que acontecem os raios e os trovôes.

 

E nós para aqui a pensar que tinha algo a ver com electricidade negativa e positiva quando afinal têm uma explicação tão simples.

 

sinto-me:


Quinta-feira, 7 de Maio de 2009

Ainda do fim de semana

 

 

6ª Feira de manhã o Rafa levanta-se e vai direito ao meu irmão:

 

- Tio Tó, tás mior?

 

Parecia um homenzinho, cheio de preocupação.

 

 

sinto-me:


Quarta-feira, 6 de Maio de 2009

Dias diferentes

 

Ontem não tive tempo de cá vir, nem tão pouco visitar os vossos cantinhos, foi mesmo um dia atípico.

 

Mas não só ontem, estes dias têm sido, de facto diferentes. Isto porque além de tudo o resto, o meu tesouro maior está uns dias comigo, como já aqui disse. E tem sido tão bom. E ele está nas suas "7 quintas". Joga, vê televisão, vê filmes, desenha, dorme quando quer, e ontem já foi à rua com o padrinho.

 

Mas ontem também tive uma surpresa muito engraçada. Trabalho muito perto de casa (felizmente) e agora mais que nunca vou sempre almoçar a casa.

Ontem depois de almoço, arrumei a cozinha, menos as chávenas do café que estavam na sala onde o tinhamos bebido, esqueci-me claro.

 

Á tarde, quando chego a casa estavam lavadinhas no escorredor da louça.

Já que o meu irmão não conseguiria, só podia ter sido o Ruben e perguntei-lhe. "Fui eu sim, Bó Fá, para te ajudar". Não é mesmo um doce, o meu menino?

 

São estas pequenas coisas que fazem os meus dias mais coloridos.

 

sinto-me:


Segunda-feira, 4 de Maio de 2009

Breve resumo do fim de semana

 

Sim, que apesar de ter sido um fim de semana alargado, parece que agora são todos iguais.

Com o meu irmão sem se poder mover (a não ser para ir ao médico ou ao penso) precisa de alguém que cuide dele a tempo quase inteiro. Mesmo as visitas aos meus pais estão de momento canceladas.

As minhas culturas, que tanto gosto e que fiz em "sociedade" com a minha irmã e o meu cunhado, estão sob inteira responsabilidade deles, têm que fazer por eles e por mim. Mas eles sabem que só não vou porque não posso. A vida não se compadece com ninguém e há que ter prioridades e neste momento a prioridade é que o meu irmão fique bem.

 

Na sexta feira o Rafa esteve comigo (nesta altura, com muita pena minha, mas é impensável ficar com os dois). Passámos um dia muito bom, muita preguiça, muito mimo.

Ele sentava-se no sofá e dizia-me "Bó Fá deita aqui no meu colinho". E eu deitava a minha cabeça no colo dele e ele fazia muitas festinhas e dizia-me "Bó Fá tu és uma pincesa". Tão bom.

Ah, e peguei-lhe um vicio. Eu adoro ler a aproveito todos os minutos livres para o fazer. Inclusivé quando vou à casa de banho  lá vou eu munida do meu livro. Então ele, sempre que lá ia, nem que fosse só para um xixizito dizia-me logo "Bó Fá, vai buscar o meu livo". Achei um piadão.

 

O resto do fim de semana ficou o Ruben e ainda cá está. Já é um homenzinho e faz companhia ao padrinho que assim pelo menos tem alguém com quem falar.

Umas vezes a jogar, está um craque, outras a ver televisão ou um filme e está todo satisfeito porque está a ajudar. E o facto é que está mesmo. O combinado é que fica até querer.

 

Ontem depois de almoço deitei-me um pouco no sofá (isto anda a ficar muito frequente) e  chegou-me a preguiça. Dali a pouco pergunta-me o Ruben "Bó Fá porque é que tu estás aí deitada, estás doente?". Ao que eu lhe respondi: "não amorzinho, só estou com preguiça". "Mas tu nunca tens preguiça" disse-me logo ele. Pois não, é tudo uma questão de hábito ou de cansaço, digo eu.

 

E pronto cá estamos para mais uma semana de labuta. Desejo-vos a melhor possível.

 

 

sinto-me: Nem sei como


Domingo, 3 de Maio de 2009

DIA DA MAE

 

Hoje é o Dia da Mãe.

 

Desejo a todas um dia muito feliz.

 

 

sinto-me: Filha e Mãe


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds