O Cantinho da Bó Fá é um espaço dedicado aos meus tesouros. São a minha vida. Vivo "deles" e para eles. Aqui pretendo transmitir as alegrias de ser avó. Y otras cositas más...

.historias recentes

. Este ano é que foi

. Natal

. E do Natal...

. Vou pedir

. E é assim...

. Ser solidário

.O que para aqui vai...

. Janeiro 2014

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Lilypie Kids Birthday tickers
Lilypie Kids Birthday tickers

Terça-feira, 28 de Dezembro de 2010

Este ano é que foi

 

Fomos ao Castelo de Penela ver o Presépio animado.

 

Já lá tinhamos estado o ano passado, mas a fila era enorme e desistimos. Este ano fomos um pouco mais cedo e a espera foi pequena.

Depois da euforia do dia de Natal, decidimos ir até lá. Até porque era quase uma "vergonha" não ir. Pessoas que iam de tão longe e nós ali ao pé e não iamos. E lá fomos, pois então!

 

É mesmo engraçado, com tantos bonecos articulados, com pormenores da vida rural. O que levou a Ruben a dizer que "a vida antigamente era muito dificil"

 

 

A entrada para o presépio

  

  

 

Depois da visita ao presépio, teve lugar a visita ao castelo

  

 

Torre de menagem

  

 

 

Vista da Vila de Penela, já a tarde ia caindo.

 


publicado por Fá às 09:49

link do post | Vá...comentem | ver comentários (2) | favorito
|

Sábado, 11 de Dezembro de 2010

Natal

A época natalícia não é, de todo, a minha época preferida do ano. Pudera eu, e passava do 30 de Novembro directamente para o 1 de Janeiro. Manias minhas... Mas como vivo, e sei viver, em sociedade, tento ao máximo participar e por vezes deixo-me contagiar pela alegria dos mais novos.

Por eles, e só por eles, a minha casa também se prepara para as festividades.

 

Este ano não fiz a árvore de natal, mas coloquei um pequeno pormenor na entrada:

 

 

  

 

A minha Sagrada Familia:

 

 

 

O meu menino Jesus: 

 

 

 

 

Beijinhos e Festas Felizes

tags:

publicado por Fá às 21:49

link do post | Vá...comentem | ver comentários (8) | favorito
|

Terça-feira, 29 de Dezembro de 2009

E do Natal...

 

Já passou, thank God...

 

Mas também não preciso de estar para aqui com coisas, porque eu até gostei. Tive a meio, uma notícia muito má, péssima. Mas preciso ultrapassar.

Voltando ao Natal. Pois foi uma excitação. Os miúdos exasperavam porque nunca mais era tempo de abrir as prendas.

Finalmente chegou a hora e aí é que foi a verdadeira confusão. Não dá para descrever...

O dia de Natal também foi bom. Almoçámos todos em casa dos meus pais. Muita gente, muita confusão, como sempre...

Ah, mas este ano houve um extra. Todos os anos os homens das aldeias ao redor, inclusivé os que vivem fora, se reúnem num jantar de convivio. Este ano não fugiu à regra e no dia 27 lá se reuniram perto de 150 homens para o tal cumbibio. Ora nós, as mulheres, não nos ficámos por menos e toca de organizar o nosso jantar/convívio também. Como foi em cima da hora fomos poucas (mas boas), mas para o ano já está decidido. Vamos repetir e aumentar o grupo, ora se vamos. É que foi muito bom...mesmo. Boa comida, boa bebida, boa companhia. Muitas gargalhadas (aqui a boa bebida já tinha uma palavra a dizer).

No Domingo foi o regresso a casa. Oh meu Deus e como arrumar tanta coisa? É que além das prendas ainda tinhamos outras coisas, tipo batatas, mel, hortaliças e outras coisas com que a familia nos presenteia. Sorte que eram 3 carros (um deles comercial) e vierem atafolhados. Mas veio tudo. 

Saímos depois de almoço. Pensei encontrar grandes filas de transito, mas não. Algum movimento sim, mas fluía muito bem.

E pronto, para quem diz que não gosta do Natal, e tal e coiso, até foram uns dias bem passados.

 

Para o ano há mais.......................

 

sinto-me: aliviada
tags:

publicado por Fá às 12:10

link do post | Vá...comentem | ver comentários (8) | favorito
|

Sexta-feira, 4 de Dezembro de 2009

Vou pedir

 

... ao pai Natal uma carrada de jogos para a Playstation.

- Mas tu já tens tantos... 

É que só eu já lhe comprei uma catrefada deles, e pedir mais ao Pai Natal?

- Pensa noutras prendas amor, faz uma lista do que mais gostas para o Pai Natal escolher.

-'Tá bem Bó Fá. Mas roupa não quero, que isso não é prenda.

 

Chamem-lhe parvo, chamem.

 

 

sinto-me: Já cheira a natal
tags: ,

publicado por Fá às 10:11

link do post | Vá...comentem | ver comentários (2) | favorito
|

Segunda-feira, 5 de Janeiro de 2009

E é assim...

 

 

 

Agora que a azáfama das festas passou, aqui está uma retrospectiva dos últimos dias.

 

Do Natal: passado em familia, claro, com muitos comes e muitos bebes.

Familia grande só pode dar grande confusao. Com crianças entao, confusao instalada na certa.

Na hora de entregar e abrir prendas, nem vos conto. A excitaçao era tanta que já nem se sabia quem tinha dado o que. Mas isso também nao era muito importante.

Os meus tesouros nao cabiam em si de contentes. A eles só interessavam os brinquedos, o resto vinham entregar.

O dia seguinte foi passado a experimentar. Nao fosse algum vir com defeito

 

Os meus pais gostaram ter lá toda a gentinha deles. Soubemos também que o meu pai vai novamente ser operado ao coraçao no dia 16. E o meu  ficou assim, pequenino. Mas ele é um resistente e vai ficar bem.

 

O Rafita ficou com febre. Bem disposto, nao tinha tosse, nem ranhoca, nem mal-estar, só febre. O médico disse que é normal, é o organismo dele que está a combater alguma coisa. Medicado era uma questao de dias. E foi.

 

E rápidamente chegou o Ano Novo. Mais calmo que os outros anos por causa do Rafa.

 

Do Rafa também posso dizer que tem a maozita quase boa. Tirou os pontitos todos e já está completamente cicatrizado. Agora o que falta é ele a "usar" normalmente, já que se retrai muito no que toca a usar o polegar e o indicador para segurar coisas, por exemplo. Mas nós corrigimos "nao é assim que se segura, amorzinho" e ele lá vai tentando "é axim, pois é?". Agora comer, usar a colher, usar os talheres é que nem pensar...ainda. Acho, espero, que com o tempo vai conseguir.

 

O ano que terminou nao foi dos melhores. Espero que o que agora começa seja diferente, para melhor. O mesmo desejo para todos.

 

Beijinhos

 

sinto-me: expectante
tags:

publicado por Fá às 10:27

link do post | Vá...comentem | ver comentários (4) | favorito
|

Terça-feira, 18 de Novembro de 2008

Ser solidário

 

 

NATAL 2008 - ESPALHE ESSA IDEIA

 

 DIVULGUE P/ OS SEUS AMIGOS

 

                

 

                   (imagem copiada da net)

 

 

Que tal fazer algo diferente, este ano, no Natal?
 
 
Na vida, a gente passa por 3 fases:
   - a primeira, quando acreditamos no Pai Natal;
   - a segunda, quando deixamos de acreditar
   - a terceira, quando nos tornamos Pai Natal!!!
 
 
CTT abrem a sua rede à solidariedade
 
Combate à pobreza
 
Os CTT vão pôr a sua rede à disposição do combate à pobreza e à exclusão social. A partir de 1 de Dezembro próximo, os Correios de Portugal põem em marcha um projecto que, durante os próximos meses, permitirá a qualquer pessoa ajudar quem mais precisa de forma gratuita.
 
Este projecto é uma iniciativa dos CTT inscrita na sua política de responsabilidade social. Surgiu da constatação de que ninguém como os CTT tem capacidade para chegar a todas as localidades e a todos os habitantes do País.
 
Por isso, os Correios vão fazer um envio massivo de um folheto informativo por todas as casas do País. Esse folheto, que será acompanhado de um saco específico para o transporte dos donativos, informará a população sobre as instituições de solidariedade aderentes ao projecto e que tipo de bens necessitam.
 
Com esse esclarecimento em mente, bastará a qualquer pessoa deslocar-se a uma das quase 1000 Estações de Correio existentes de Norte a Sul do País com o seu donativo. Uma vez lá, ser-lhe-á fornecida gratuitamente uma caixa de transporte em cartão. O autor do donativo apenas terá de encher a caixa e escolher a instituição destinatária, entre as várias possíveis, sem precisar de indicar uma morada. Os Correios tratam do transporte e da entrega, de forma totalmente gratuita.
 
A lista de instituições de solidariedade social aderentes é uma lista aberta. Neste momento, os CTT estão em contacto com algumas dezenas de instituições, de carácter nacional e local. Está já confirmada a adesão de instituições como a Abraço, ACAPO, Acreditar, Ajuda de Berço, Ajuda de Mãe, Aldeia de Crianças SOS, Associação Portuguesa de Surdos, Casa do Caminho, Casa do Gaiato, Centro Helen Keller, Comunidade Vida e Paz, Cruz Vermelha Portuguesa, GIRA, FENACERCI, Liga Nacional Contra a Fome, Refúgio Aboim Ascensão e Associação Sol. Outras serão anunciadas nos próximos dias.
 
Os bens elegíveis para doação dependem das necessidades de cada instituição e das limitações logísticas e incluirão bens como roupa, calçado, agasalhos, artigos de higiene, brinquedos, produtos de limpeza, pequenos electrodomésticos ou de entretenimento, entre outros.
 
Para esta grande iniciativa de carácter nacional, os Correios vão disponibilizar não apenas os seus voluntários, de um universo de 16 mil trabalhadores, como a sua rede: quase 1000 Estações de Correios, 370 Centros de Distribuição Postal e 3702 veículos de transporte que, todos os dias, percorrem cerca de 240 mil quilómetros.
 
Este projecto dos CTT é complementado por uma iniciativa protagonizada por uma empresa detida a 100% pelos CTT, a PayShop, e que permite que qualquer cidadão faça donativos em dinheiro, a partir de um euro, em 4500 locais de todo o País: 3500 agentes PayShop e quase 1000 Estações de Correio.
 
É convicção dos CTT – Correios de Portugal que esta iniciativa permitirá democratizar a solidariedade e eliminar barreiras geográficas.

 

 

Pessoalmente confesso que não sou grande adepta do natal, mas este tipo de iniciativas merece todo o meu apoio. E se não pode ser mais vezes, pelo menos uma vez por ano vamos todos ajudar. 

Um sorriso no rosto de uma criança não tem preço.

sinto-me: Solidária

publicado por Fá às 09:39

link do post | Vá...comentem | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.tags

. todas as tags

.As nossas visitas

free counter
free counter

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds