O Cantinho da Bó Fá é um espaço dedicado aos meus tesouros. São a minha vida. Vivo "deles" e para eles. Aqui pretendo transmitir as alegrias de ser avó. Y otras cositas más...

.historias recentes

. 6 meses de uma saudade im...

. Parabéns meu Pai!!!!

. Carta para o meu Pai

. Não está fácil... não mes...

. Até quando esta dor?

. Não são boas as noticias

. ...

. Para variar...

. Do fim de semana...

. Da escola...

.O que para aqui vai...

. Janeiro 2014

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Lilypie Kids Birthday tickers
Lilypie Kids Birthday tickers
Quarta-feira, 4 de Abril de 2012

Não são boas as noticias

 

... que me trazem aqui.

 

O meu pai terminou a sua viagem terrena e é hoje mais uma estrela brilhante que, lá do alto, me guia e ilumina.

 

No dia 24 de Março, 2 bactérias hospitalares terminaram o que a doença ainda não tinha conseguido...

 

Foram 6 anos de muita luta, muitas procupações, muito desgaste, especialmente para ele. O último ano então foi indescritivel. Desde a sua entrada numa UCC, até á sua institucionalização, vivemos sempre com um peso enorme no peito.

 

Saber que teríamos que o "entregar" para que outras pessoas que não nós, os seus filhos, cuidassem dele. Saber que, por isso mesmo, não recebia os cuidados que merecia, e precisava... É algo que dói, que me esmaga de dor e angústia.

 

Amo-te muito meu Pai...

 

 

 


publicado por Fá às 11:11

link do post | Vá...comentem | favorito
|

12 comentários:
De Marta M a 4 de Abril de 2012 às 12:18
Entendo Fá.
Um abraço apertado na certeza que tudo o que estava ao vosso alcance foi feito.
Há coisas que nos ultrapassam amiga.
Marta M


De a 5 de Abril de 2012 às 09:47
Obrigada Marta.
Pelas palavras que agradeço, pelo abraço que retribuo.
E sim, há coisas que nos ultrapassam, mas os "ses" são terríveis de se lidar. Há dias então...
Bjx


De Rosinda a 4 de Abril de 2012 às 12:20
Nestas alturas as palavras não servem de muito...
Ele continuará a viver nas tuas lembranças.
Um abraço bem forte
Rosinda


De a 5 de Abril de 2012 às 09:49
Obrigada Rosinda,
Pelo conforto, pelo abraço que retribuo.
As lembranças, nesta altura, é tudo o que me resta.
Beijinhos


De luadoceu a 4 de Abril de 2012 às 12:51
Fa...so vi este poste hoje....meus pesames amiga...
Nao sei que te diga
Espero que consigam ultrapassar essa dor...dentro do possivel...as vezes tenho medo das palavras que sem querer nestes momentos podem magoar
Nao digo mais a nao ser que estou aqui
Um grde beijinho a todos


De a 5 de Abril de 2012 às 09:51
Olá Carla,
Obrigada. Está dificil... tão dificil.
Cada dia que passa, a saudade aumenta e com ela a dor de saber que ele já cá não está.
Bjx


De rodrigando a 5 de Abril de 2012 às 01:49
Não sabia mas desconfiava.
A partir do momento em que a tua foto passou a ser um olho com uma lágrima, calculei que já tinha partido.
Nestes momentos as palavras são ocas. Apenas um abraço bem apertado e a certeza de que ele está bem junto de Deus. Para quem o ama ele vai continuar vivo, apenas as saudades vão apertar.
Coragem Fá.


De a 5 de Abril de 2012 às 09:56
Obrigada Adélia,
São dias longos demais, sofridos demais...
Nem sei como os ultrapassar.
Bjx


De rodrigando a 5 de Abril de 2012 às 18:55
Amiga estes tempos mais próximos não vão ser fáceis. Resta a certeza de saberes que fizeram tudo para que ele estivesse o melhor possivel. A doença e a idade não perdoam. Tinha chegado a vez de ele deixar de sofrer. O tempo atenua a dor da perda mas traz cada vez mais saudades e eu sei do que estou a falar. Um abraço grande


De a 10 de Abril de 2012 às 01:13
Ai Adélia... Está tão dificil amiga...


De Existe um Olhar a 7 de Maio de 2012 às 18:36
Há muito que não te visitava, desculpa-me sim?
Fiquei a saber da partida do teu pai. É sempre doloroso quando acontece apesar de sabermos que nesta vida tudo é efémero.
Espero que superes a dor e que saibas que lá em cima tens mais uma estrelinha a olhar por ti.

Beijinhos
Manu


De a 8 de Maio de 2012 às 09:40
Olá Manu,
Obrigada querida. A perda vai-se aceitando, mas a dor da saudade cresce a cada dia...
Beijinhos


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.tags

. todas as tags

.As nossas visitas

free counter
free counter

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds